Herman Miller e o designer Don Ervin (1925 – 2010)

O designer  gráfico Don Ervin foi o criador de uma das nossas campanhas publicitárias mais memoráveis​​, o cartaz acima, com silhuetas da nossa gama de mobiliário clássico aglomeradas  em cima de um fundo vermelho com o logotipo da Herman Miller no centro. Embora ele não seja tão conhecido como alguns dos outros designers da nossa história, este cartaz é sem dúvida um dos mais reconhecíveis. Um artigo recente sobre a vida de Ervin na revista  T Graphic Content | A Lenda do  Logo por Steven Heller sugere que este cartaz foi tão bem sucedido  que sua influência pode ser facilmente reconhecida em campanhas do  design gráfico de hoje. Heller cita que a campanha impressa  da Apple  mais recente para o iPod (abaixo) como um exemplo, afirmando que “Boas idéias são muitas vezes recicladas”. É uma comparação interessante de duas peças do  design gráfico, com meio século de intervalo.

Ervin trabalhou por 8 anos como membro do  escritório de George  Nelson e compartilhou algumas lembranças de como era  trabalhar junto com Nelson a  Revista Metropoilis em 2009, menos de um ano antes de sua trágica morte em um acidente de carro, com 85 anos de idade. “Todo mundo trabalhava  duro e até tarde”, diz Ervin. “Éramos  todos mal pagos, mas foi como ir a um campo especial.” (Nelson & Company: Iconic Workplace, 1947-86 por Paul Mekovsky e Lanks Belinda).  É um artigo que vale muito a pena ler para saber mais sobre o lendário Nelson e seus associados.

Outros Projetos de destaque na carreira  de Ervin incluem o logótipo estilizado ‘T’ que ele desenhou para Transamerica (acima) e do material promocional para o filme ‘The Misfits’, que ele projetou  enquanto estava no escritório de George Nelson. Vamos deixá-lo com sua memória de trabalho como este que  disse para a revista Metropolis.

“Eu também fiz toda a promoção, títulos, anúncios e o trailer do  The Misfits, o filme com Clark Gable e Marilyn Monroe. George e eu saimos  de  Nevada, e eu também tinha que ir para Hollywood para fazer o trailer, onde eu usei várias fotos que fiz de Reno que os fotógrafos da Magnum, como Elliot Erwitt e Bruce Davidson usaram em  seqüência rápida. Foi algo diferente  para aquela época. A idéia para os títulos eram esses quebra-cabeças que não se encaixavam -Misfits-  e eles seguiam em direção de um  para o outro, e então eles, interpenetrados continuavam o seu caminhando. Funcionou muito bem. Mais tarde, fui apresentado a Marilyn Monroe como a pessoa que ia fazer o trailer. E ela, acredite ou não, disse: “O ar-condicionado do meu trailer não funciona.” (Nelson & Company: Iconic Workplace,  1947-86 por Paul Mekovsky e Lanks Belinda, a revista Metropolis, 17 de junho de 2009)

Talvez não tenha sido uma uma boa experiência com Marilyn Monroe, mas seu trabalho era nada menos do que espetacular e a sua contribuição ao design gráfico nunca será esquecida.

Deixe um Comentário