Traçando um novo rumo: Os novos caminhos sustentáveis do parque Yellowstone

July 24th, 2014

A Equipe de Ambientes de Performance da Herman Miller oferecem um conjunto de serviços que ajudam os clientes a obterem mais valor em seu local de trabalho. Independentemente da mudança específica do objetivo de trabalho, de renovação cultural, estratégias de trabalhos alternativos, os compromissos da Herman Miller procuram estabelecer uma visão compartilhada e um roteiro para alcançá-la.

“Para Yellowstone, desenvolvemos uma sessão personalizada”, diz Tracy Brower, diretora do grupo Ambientes de Performance da Herman Miller. “Em vez de lidar com várias questões de trabalho, o objetivo foi desenvolver um consenso sobre o futuro da sustentabilidade dentro do parque”.

Em cerca de 3.500 quilômetros quadrados, espaço maior do que os estados americanos de Rhode Island e Delaware juntos, Yellowstone enfrenta alguns desafios ambientais difíceis, especialmente quando você considera que o parque tem mais de 5.000 funcionários e três milhões de visitantes anuais.

Para ter certeza dos progressos e dos desafios no curto espaço de tempo disponível, a Herman Miller trabalhou com parque e representantes da fundação para esclarecer os resultados desejados. Entre eles: Firmar apoio à visão ambiental de Yellowstone, afinar um plano estratégico contendo metas ambientais específicas, e priorizar as ações necessárias para alcançá-los. Ou, como Brower resume: “Para onde vamos, como vamos chegar lá, e como saberemos quando chegarmos?”

O simpósio também atribuído tempo aos participantes para compartilhar as melhores práticas, de modo que Yellowstone poderia aprender com a experiência das organizações na vanguarda ambiental.

Pinacoteca do estado de São Paulo recebe exposição de Mira Schendel

July 24th, 2014

Grande exposição retrospectiva de Mira Schendel (1919-1988), uma das artistas mais importantes da América Latina que reinventou a linguagem do Modernismo europeu no Brasil. A mostra tem curadoria conjunta entre a Tate Modern e a Pinacoteca e esta será a primeira retrospectiva da artista que abordará de maneira abrangente sua impressionante produção artística. Esta mostra já passou pela Tate Modern, Londres, Fundação Serralves, Porto, e foi um grande sucesso de público e critica.

Veja Detalhes:

Local: Pinacoteca do Estado de São Paulo

Praça da Luz, 2 – Luz, – São Paulo – SP

Quando: De 24 de Agosto até 18 de Outubro

Funcionamento: De terça-feira a domingo das 10h às 17h30 com permanência até às 18h. As quintas até às 22h.

Contato: Telefone: (11) 3324-1000 – http://www.pinacoteca.org.br/pinacoteca-pt/

Preços: Ingresso combinado (Pinacoteca e Estação Pinacoteca): R$ 6,00 e R$ 3,00. Estudantes com carteirinha pagam meia entrada. Crianças com até 10 anos e idosos maiores de 60 anos não pagam. Possui bicicletário e estacionamento gratuito.

Fundação Yellowstone Park

July 23rd, 2014

No Parque Nacional de Yellowstone, o gás natural em botijões de propano descartáveis é extraído por uma máquina que, em seguida, esmaga as garrafas para que elas possam ser recicladas. Qual é a sacada? A máquina é alimentada pelo mesmo gás que extrai, fechando o ciclo do combustível fóssil.

Isso é um exemplo de como o primeiro parque nacional do mundo, também tem como objetivo ser o primeiro para gestão ambiental. Edifícios com aquecimento solar, com um programa de compostagem agressivo, uma frota de caminhões que utiliza pneus de alta eficiência, Yellowstone tem um registro ambiental quase tão impressionante quanto seus gêiseres. Se Yellowstone já não é o parque nacional mais sustentável, certamente tem a intenção de ganhar essa distinção.

Com esse objetivo em mente, a Fundação Yellowstone Park, o instituto responsável pela angariação de fundos do parque, recentemente convidou uma equipe de pensadores ambientais a um simpósio de sustentabilidade de dois dias no Mammoth Hot Springs Hotel. O objetivo: ajudar Yellowstone a desenvolver uma estratégia para a tomada de seus programas ambientais para o próximo nível.

Ao todo, cerca de 30 especialistas empresariais, acadêmicos e do governo americano estavam a postos para aconselhar Yellowstone. A Herman Miller também estava lá, não apenas liderando uma visão ambiental, mas também como facilitadores profissionais para conduzir a sessão.

“Com tantas perspectivas aqui, teria sido fácil sair do foco”, diz Karen Bates Kress, presidente da Fundação de Yellowstone Park. “A liderança da Herman Miller foi uma grande ajuda para nos mantermos concentrados”.

“Foi revigorante estar com tantas pessoas que sabem muito sobre sustentabilidade”, diz Tracy Brower, diretora do grupo Ambientes de Performance da Herman Miller e ajudou a facilitar o simpósio. “Ele também nos deu a oportunidade de renovar amizades, alguns dos participantes desenvolveram seus conhecimentos ambientais na Herman Miller antes de ir para outras empresas”.

Ao longo da semana nós do Blog da Herman Miller postaremos mais detalhes sobre esse projeto, acompanhe!

Um novo escritório para a empresa “Junk My Car”

July 22nd, 2014

Hoje, nós do blog da Herman Miller, continuaremos falando sobre a empresa “Junk My Car” e como o espaço da empresa, que era atrás de um aterro de sucata, se tornou um ambiente confortável, agradável e produtivo.

No centro de um espaço, criado a partir de estações Vivo, as precursoras da Canvas Office Landscape, é a Sala de Treinamento, que é quase como olhar para o cérebro da “Junk My Car”. É completamente cercada por quadros, por dentro e por fora, para que os funcionários possam compartilhar seus pensamentos e ideias com outras pessoas. “Esse local realmente simboliza um dos valores centrais da empresa, que é abraçar a melhoria e inovação”, diz Jason Avery, Executivo de Contas da OFI, uma revendedora da Herman Miller em Newington, Connecticut.

Como o fundador e CEO Tim Yarosh explica: “Eu sou apaixonado por ideias, elas são altamente bem-vindas aqui, e é por isso que temos tantas superfícies e espaços de colaboração espontânea. É incorporado em nossos genes para melhorar continuamente nossas operações. Se alguém tiver uma ideia que poderia fazer algo melhor, nós queremos que nos digam sobre isso”.

“Eu não quero uma abordagem verticalizada, quero ideias vindo de todos”, ele continua, afirmando que tudo isso faz parte da hierarquia plana da empresa. “Há muita pouca separação entre administração e funcionários, e eu queria que nossa nova sede refletisse isso”.

O único outro espaço fechado é o escritório de finanças, e para essa função, o espaço My Studio Environments provou ser um bom ajuste. “É em um pouco discreto na frente, por isso oferece um pouco mais de privacidade, algo necessário lá”, diz Tonya Baethge, designer de interiores sênior da OFI. “É uma das primeiras áreas que você vê quando você anda no escritório, e é um equipamento de ponta, para que as pessoas fiquem imediatamente impressionadas”, acrescenta Avery.

Na verdade, praticamente todo mundo que entra é encantado com o que os cumprimenta quando olham ao redor, diz o Sr. Yarosh. “Eu me sento pela entrada da frente, então eu ouço todos os comentários. Da pessoa com alguma entrega às famílias e amigos dos nossos funcionários, quase todo mundo diz a mesma coisa: ‘Este é o escritório mais legal que eu já vi… vocês estão contratando?”

“Nós agora olhamos e sentimos como a empresa que somos, e as pessoas são atraídas para nós”, diz o Sr. Yarosh. Melhor ainda, desde que eles se mudaram para o novo espaço a retenção de funcionários aumentou 13% em relação ao ano anterior. “Eu acredito que o mobiliário e o design do nosso espaço desempenham um grande papel nisso”, acrescenta. “Nós não poderíamos estar mais felizes com a maneira como as coisas aconteceram.”

Galeria Millan recebe exposição de Oswald Goeldi

July 22nd, 2014

A Galeria Millan apresenta, de 24 de julho a 16 de agosto, mostra individual do gravador, desenhista, ilustrador e professor Oswaldo Goeldi (1895 – 1961). A mostra reúne gravuras representativas de diferentes períodos da trajetória do artista, como Mar Calmo (1937), Autorretrato (1950), Chuva (1957) e Luz Noturna (1960).

Além das xilogravuras, aquarelas e desenhos em nanquins raramente expostos poderão ser vistos na Galeria. A exposição ainda mostrará um pequeno ateliê, montado pelo Projeto Goeldi, equipado com instrumentos e objetos de trabalho utilizados pelo artista, que ajudam a compreender seu universo de criação.

Um dos maiores expoentes da gravura brasileira, Goeldi conferiu potência moderna à técnica arcaica da xilogravura, compondo suas obras a partir de elementos mínimos de luz e sombra. O artista traz desde o início de sua produção um olhar sobre os aspectos desolados da cidade, as ruas estreitas da periferia, pessoas marginalizadas pela sociedade, cenas de noite e solidão.

Local: Galeria Millan

Rua Fradique Coutinho, 1360, São Paulo – São Paulo – SP

Quando: De 24 de Julho a 16 de Agosto

Funcionamento: De Terça-feira a Sexta-feira, das 10h às 19h; Sábados, das 11h às 18h

Contato: Telefone: (11) 3031-6007 – http://www.galeriamillan.com.br/

Preços: Entrada gratuita